exposição

As peças  selecionadas para a exposição Criativos por Tradição incluem telas de cirandas bordadas, cachorros criados a partir de galhos retorcidos da caatinga, brinquedos que representam a fauna amazônica, potes de cerâmica inspiradas na arte rupestre do país, gibões e sandálias de couro, santos católicos e orixás, noivas, grávidas e igrejas de barro, trançados das mais diversas espécies vegetais, bichos realistas e figuras míticas esculpidas e madeira. Muitas dessas obras que traduzem em matéria e forma tantas peculiaridades da identidade cultural brasileira nascem em casas de pau a pique em meio ao calor do sertão, ou em construções erguidas em palafita na Floresta Amazônica inundada. Os artistas, em geral, são dotados de talento, criatividade e uma incrível expressividade autoral. Por isso, a proposta da exposição é revelar também algumas histórias desses autores que preservam e reiventam tradições mergulhadas em valores étnicos e culturais ao longo de muitas gerações.

A produção do artesanato brasileiro revela diversas nuances da relação das comunidades tradicionais com a cultura popular, os biomas, o design tropical, as referências sagradas e os ciclos da natureza.
A civilização do couro que existiu no interior do país criou uma forte cultura dos artefatos produzidos que envolvem o trato do gado. Muitos deles perpertuam ainda hoje ganhando uma nova estética.
O entalhe em madeira é uma técnica utilizada por diversos artesãos e mestres brasileiros para dar forma ao imaginário e reproduzir imagens de santos, pessoas, bichos e abstrações do universo lúdico dos escultores.
Fiar, tecer e bordar carregam muitos sentidos simbólicos e poéticos em diversas culturas. Essas técnicas chegaram ao Brasil durante a colonização e ganharam no Brasil.
O ritual de transformar o barro em arte é uma das técnicas artesanais mais antigas da humanidade. No Brasil ela faz parte do cotidiano desde as tribos indígenas de todo o país, até artistas urbanos do sudeste, passando por tradicionais vilas de oleiros no nordeste.
A biodiversidade do país fornece uma enorme gama de de cipós e palmeiras que servem para a produção de cestos, balaios, peneiras, esteiras amplamente utilizadas tanto nas comunidades rurais como no ambiente urbano.
Fechar Menu